terça-feira, 2 de março de 2010

Última semana na Polônia

Passou rápido até. Principalmente agora no final. E, é uma droga partir quando já se está acostumado com tudo e todos. Enfim, está na hora, estou com saudades das minhas pessoas aí no Brasil! :)
Sábado fomos no Club 77, pra variar. Estava legal, até. Nada a declarar.
Domingo, eu, Kate e Vini fomos no cemitério aqui de Szczecin. É o terceiro maior cemitério da Europa (ou quinto), ou seja, gigante, e lindo - é praticamente um parque. Tomamos até banho de chuva lá, um tanto quanto melacólico.
Segunda comecei a trabalhar na minha última escola. Legal é que chegamos lá e os professores só sabiam que iríamos dar aulas lá, mas não sabiam que horas, nem por quanto tempo, nem para quais alunos. Hoje nos deram um cronograma, pelo menos.
Tem sido legal, mas bem cansativo e um tanto repetitivo. São 5 aulas de 45 minutos por dia, praticamente sem parar de falar. No total da semana serão 24 aulas. Hoje recém é terça e eu já estou de saco cheio. Enfim, logo termina. Pensamento positivo.
Falando em aulas, hoje aconteceu uma coisa tensa com uma aluna alienada e fútil. Estava eu falando do inverno brasileiro, que é frio, mas pior por não termos calefação. Eis que ela me surge com a pergunta "But this is 21st century, why don`t you have it?" (Estamos no século 21, por que vocês não tem?) - era visível que o tom dela era de deboxe, e não de curiosidade. Falei pra idiota que não tínhamos porque não valia a pena, já que o período frio mesmo, geralmente não era muito longo, sem falar nos custos.
Tá.
Quinze minutos depois, estava eu comentando que os portugueses trouxeram muitos escravos para o Brasil, e a mesma idiota fala "Do you have one?" (Você tem um?) e eu "Um o que?", e ela: "Do you have your slave?" (Você tem o seu escravo?). Sério. Vontade de matar aquela guria. Eu me senti MUITO ofendido e fiz uma cara muito amarrada pra ela e falei: "No, I don`t. Slavery ended in Brazil in 1888.". Me deu vontade de dizer: "Tu me perguntar se eu tenho meu escravo é a mesma coisa que eu te perguntar se tu tem o teu escravo judeu, sua vaca. Quer zombar de assuntos delicados? Campos de concentração, nazismo, Auschwitz... oi? Bee Atch!!". Todo mundo viu que eu não gostei nem um pouco da brincadeira e foi mega constrangedor. Perdi todo o clima de dar aquela aula.
Enfim, hoje vamos levar a Kate na estação de ônibus, ela está voltando para Taiwan! Que triste! :(


Um comentário:

Juliana disse...

"Bee Atch!!"???
Gosteiiii, vou aderir! hahahah